Apresentação

Para a sociedade subdesenvolvida, desenvolvimento não é qualquer tipo  de  transformação interna: é a mudança social que,  além de destruir os laços de   dependência com o exterior, permite àquela sociedade a conquista  de autonomia educacional, cultural e tecnológica (Florestan Fernandes).
A criação do Grupo de Pesquisa Estado, Trabalho, Educação e Desenvolvimento: a contribuição do pensamento crítico latino-americano (GPETED) busca incorporar discussão iniciada pela Profª Drª Zuleide Silveira (Coordenadora do GPETED), por volta do ano de 2005, sobre a especificidade do capitalismo dependente na América Latina, em geral, e no Brasil, em particular. Discussão essa que se pautou na obra de Florestan Fernandes Otávio Ianni, Ruy Mauro Marine, Theotônio Dos Santos, Adrián Sotelo Valência, além dos clássicos Vladimir Lênin e Rosa Luxemburgo, como um contraponto à teoria da dependência de Fernando Henrique Cardoso, Enzo Faletto e José Serra, materializada no processo de implantação e implementação das políticas neoliberais em curso no Brasil.
Seus desdobramentos têm como resultados: (i) publicações em livro, capítulo de livro, artigo em periódicos acadêmico-científicos; (ii) apresentação de trabalho em seminários, congressos, entre outros; orientação acadêmica em níveis de graduação (iniciação científica, monitoria e monografia) e de pós-graduação (lato sensu e stricto sensu), bem como na criação do Grupo de Estudos do Pensamento Crítico Latino-Americano, transformado no ano de 2017, em Grupo de Pesquisa cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do Brasil do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Os atuais projetos de pesquisa dos membros do GPETED tomam como ponto de partida os resultados e avanços obtidos em trabalhos investigativos, iniciados há mais de uma década, cujos temas se imbricam e complementam-se em suas diferentes fases tanto com a temática que dá título ao Grupo de Pesquisa, quanto com as Linhas de Pesquisa (i) Estado e Políticas Públicas de Educação; (ii) História e Historiografia da Educação Brasileira, (iii) Intelectuais, Estado e Educação, (iv) Trabalho e Educação. 
Os resultados deste trabalho acadêmico-científico têm como Áreas de Concentração: (i) Políticas públicas; (ii) Relações internacionais, bilaterais e multilaterais; (iii) Avaliação de sistemas, instituições, planos e programas institucionais; (iv) Classes sociais e grupos de interesse (v) Estado e governo.  
O Grupo Pesquisa Estado, Trabalho, Educação e Desenvolvimento: a contribuição do pensamento crítico latino-americano tem como objetivo geral incorporar ao debate acadêmico a leitura crítica de autores que pensaram e pensam a América Latina na perspectiva da classe trabalhadora – daqueles “do lado de cá”, “dos de baixo” -, como compromisso da formação intelectual militante e de elaboração de projetos de pesquisa que tomam a realidade social da América Latina como campo empírico no qual a especificidade dos objetos de pesquisas individuais se insere.
Acesso para o espelho do Grupo: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/4236315191638552

dezembro 2019
D S T Q Q S S
     
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031